O candidato do PT ao Senado e principal articulador da campanha de Elmano de Freitas ao governo do Estado, Camilo Santana, prestou solidariedade a Renata Almeida, que depois de ter sido anunciada como vice, informou hoje a sua desistência, com a justificativa de que teria sofrido vários ataques após a divulgação oficial feita pela campanha petista do seu nome como integrante da chapa petista no Ceará.

Camilo diz que respeita a de decisão de Renata.

“Respeitamos a decisão pessoal de Renata Almeida de sair da disputa na vice e prestamos solidariedade pelos ataques que sofreu junto com sua família nas redes sociais”, informou.

O ex-governador do Ceará aproveitou para ressaltar que o ‘projeto segue firme'.

“O projeto segue firme. Nossa luta é por um Ceará cada vez mais justo e solidário, livre da intolerância e do ódio”, defendeu.