Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Reeleito governador, Camilo Santana (PT) terá ainda mais apoio na Assembleia Legislativa. Dos 46 deputados estaduais eleitos e que tomam posse no dia 1º de janeiro de 2019, 38, pelo menos, estão nos partidos aliados ao Palácio da Abolição. O PDT ficará com a maior bancada – 14 parlamentares.

O bloco de oposição – formado pelo PSDB, PSL, PSOL e PROS –, elegeu sete deputados estaduais, sendo que o grupo é composto ainda pelo deputado Heitor Férrer. Ou seja, a oposição fica com oito parlamentares. Heitor é filiado ao SD aliado de Camilo e do senador eleito Cid Gomes (PDT).

O PSDB garantiu duas vagas – Fernanda Pessoa, reeleita, e o empresário Nelinho; o PROS elegeu, também, dois parlamentares – Vitor Valim, e soldado Noélio. Outros três deputados da oposição foram eleitos pelo PSL (André Fernandes e Delegado Cavalcante) e pelo PSOL (Renato Roseno).

Oposição a Camilo na Assembleia:

– André Fernandes (PSL)

– Delegado Cavalcante (PSL)

– Fernanda Pessoa (PSDB)

– Nelinho (PSDB)

– Renato Roseno (PSOL)

– Heitor Férrer (PDT)

– Vitor Valim (PROS)

– Soldado Noélio (PROS)