Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Caminhões-tanque com combustível estão saindo do Centro de Distribuição da Petrobras, no Porto do Mucuripe, em Fortaleza, na manhã deste sábado, 26, para abastecer aviões no Aeroporto da capital cearense com escolta da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O Centro de Distribuição é onde a estatal armazena o combustível antes de repassar aos postos de todo o Ceará.

Outros veículos também estão sendo carregados e devem seguir para empresas de ônibus, onde devem fazer abastecimento, segundo a PRF. Na manhã deste sábado, 26, um veículo foi do Porto até o Aeroporto Internacional Pinto Martins, levando querosene para aeronaves. Próximo do Porto e na avenida da Abolição, a movimentação de carros da PRF e da Polícia Militar é intensa.

A previsão é de que o trabalho continue pela tarde. Segundo a PRF, houve diálogo com os caminhoneiros, caçambeiros e motoristas de aplicativos, que bloquearam a entrada e saída dos caminhões na base durante toda a última sexta-feira, 25.

O porto tem capacidade para abastecer 24 caminhões por hora. O combustível já está acabando nos postos de abastecimento, com situação limite principalmente no interior do Estado do Ceará, como garantem alguns manifestantes. A base de tancagem do Porto do Mucuripe é um ponto estratégico da paralisação, pois detém lugares de descanso e alimentação para muitos manifestantes.

Confira mais fotos:

Caminhões não passam em Itaitinga

Os protestos dos caminhoneiros seguem entre os quilômetros 15 e 18 da BR-116, na altura do bairro Jaboti, em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza. Apenas uma faixa da pista, nos dois sentidos da via, está liberada para os automóveis, já que os manifestantes colocaram pneus para obstruir parcialmente a rodovia. Os caminhões que passam pelo local, porém, ficam pelo caminho.

Abaixo as fotos da manifestação em Itaitinga:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp