Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A Assembleia Legislativa, por meio do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS), em parceria com a Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará (Assalce), dá continuidade às ações da campanha Outubro Rosa. Nesta próxima terça-feira (15/10), das 9h às 13h, serão realizadas ações de saúde preventiva no hall de entrada do Poder Legislativo e palestra no Comitê de Imprensa.

Participam duas entidades que trabalham com a prevenção e com  mulheres diagnosticadas com o câncer de mama: Rosa Viva e Toque de Vida. Serão apresentados depoimentos de vida de mulheres que superaram a doença. O evento conta também com a doação de cabelos para confecção de perucas entregues a mulheres em tratamento do câncer. Haverá entrega de laços cor-de-rosa e informativos sobre a prevenção do câncer de mama.

Setores do DSAS, como os de Psicologia, Enfermagem e Laboratório de Análises Clínicas, estarão mobilizados na ação para explicar o trabalho desenvolvido e para a prestação de serviços como aferição de pressão e teste de glicemia.

De acordo com o diretor do Departamento de Saúde, Luís Edson Corrêa, “é de suma importância esse trabalho de conscientização e de informação realizado pelo DSAS, no que diz respeito à saúde preventiva e também no serviço prestado às mulheres que nos procuram, que já fizeram ou vão fazer a cirurgia. Os profissionais da fisioterapia, psicologia e enfermagem realizam um trabalho de excelência e com resultados satisfatórios, bem como os profissionais dos demais setores que fazem o Departamento de Saúde”

O sucesso da campanha se dá, em primeiro lugar, pela ação e doação de cada servidor, do seu tempo, espírito de solidariedade de cada um que se mostra sensível e também por aquele que se transforma em um multiplicador, contribuindo para que possamos fazer cada vez mais a saúde preventiva e, assim, ajudar a salvar vidas, reforça Luís Edson Corrêa.

Segundo a  fisioterapeuta do DSAS, Isabel Cortês, que trabalha com mulheres mastectomizadas, “o câncer de mama é o que tem mais incidência no País e centenas de mulheres morrem devido a essa grave doença, mas a possibilidade de detectar o câncer no início e viver é muito grande”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp