Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os últimos dias que antecedem o primeiro turno das eleições municipais de 2020 estão sendo marcados pela preocupação dos candidatos que têm patrimônio maior que R$ 300 mil e temem ter seu nome divulgado na lista do Tribunal de Contas da União por terem recebido o auxílio emergencial de forma irregular. Na edição desta terça-feira (3) do Jornal Alerta Geral, os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida comentaram sobre o assunto.

O TCU prepara duas listas com os nomes dos candidatos que tem um patrimônio acima de R$ 300 mil e que foram beneficiados com o auxílio emergencial pago pelo Governo Federal durante o período da pandemia. Em uma das listas será colocado o nome de 10.000 candidatos que possuem patrimônio entre R$ 300 mil e 1 milhão. Já a outra lista contará com a relação dos nomes de cerca de 1.300 que declararam mais de 1 milhão de reais em patrimônio. As listas serão divulgadas nesta sexta-feira (6) no site do TCU.

“Mesmo com esse patrimônio, muitas pessoas tiveram dificuldades nesse período da pandemia do coronavírus e recorreram ao auxílio emergencial porque não tinham outra renda”, pontua Luzenor.

O jornalista ainda destaca que na lista a ser publicada pelo TCU, é inevitável que existam irregularidades cometidas por alguns candidatos que, mesmo com patrimônio e renda, no momento atual, recorreram ao auxílio emergencial e agora se preocupam com constrangimento a qual podem ser expostos em meio ao período de campanha eleitoral.

Para Beto Almeida, esse tipo de informação causa perplexidade, tendo em vista que a lista não conta apenas com nomes de candidatos que estavam recebendo o auxílio emergencial, mas também outros benefícios como o Bolsa Família. O jornalista salienta que o valor de R$ 300 mil em patrimônio foi estabelecido como teto para quem necessitasse receber o auxílio emergencial, logo, candidatos que se enquadrem nas regras, não estão cometendo irregularidade.

Apreensão na campanha eleitoral

Apreensão é a palavra que, para Beto, define o sentimento dos candidatos aos cargos de vereador e prefeito dos municípios que sabem que terão seus nomes divulgados na lista estando a poucos dias do 1º turno das eleições, o que pode ter impacto na decisão dos eleitores quanto a quem destinar seus votos.

“Causa apreensão e, principalmente, muitas justificativas. Eu acredito que quem está nesta lista, sabe que está e já deve estar se preparando para ter bons argumentos junto ao eleitorado”, diz Beto.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp