Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O ex-presidente da OAB, atual diretor do Curso de Direto e professor Cândido Albuquerque é o novo reitor da Universidade Federal do Ceará. A nomeação de Cândido, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, foi publicada, na noite dessa segunda-feira (19), em edição do Diário Oficial da União.

Bolsonaro recebeu uma lista com os três mais votados e, entre as opções, escolheu Cândido Albuquerque, que recebeu 610 votos, ficando atrás do professor Custódio Luís Silva de Almeida, com 7.772 votos, atual vice-reitor, e do professor Antônio Gomes de Souza Filho, atual pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade ficou em segundo lugar, com 3.499 votos.

É prerrogativa do presidente da República escolher em uma lista tríplice o reitor, independente de número de votos. A tradição em governos passados era a indicação do nome mais votado pela comunidade acadêmica.

Desde a proclamação do resultado da votação, o nome de Cândido Albuquerque, identificado com um perfil mais conservador, era citado nos bastidores políticos como o favorito para o cargo.

As especulações se transformaram em realidade e o ex-presidente da OAB assumirá, agora, o comando da Universidade Federal do Ceará.

Devido a nomeação do professor Cândido Albuquerque como reitor da Universidade Federal do Ceará, professores, alunos e servidores marcaram para está terça-feira (20), por volta das 18 horas, no cruzamento da avenida da Universidade com 13 de Maio, um ato de protesto.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp