Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O deputado federal Capitão Wagner é contra o projeto da Reforma da Previdência, da forma como está. Ele afirma ainda que votará contra, caso o texto não mude. O esclarecimento foi devido o Sistema Verdes Mares ter citado o capitão como indeciso, quando na verdade, o posicionamento do parlamentar está muito claro.

Veja nota de esclarecimento:

Quero esclarecer de uma vez por todas que sou contra o texto da Reforma da Previdência da forma que está. Já me pronunciei várias vezes ressaltando as mudanças que acho viáveis ao texto original. Embora tenha alguns pontos positivos, como a questão de os políticos receberem o mesmo tratamento do que os demais trabalhadores, existem inúmeros pontos que não concordo.

Sou contra ao que foi proposto acerca do BPC (Benefício de Previdência Continuado), que é um auxílio que os aposentados recebem a partir dos 60 anos. O Governo estabeleceu R$ 400, o que é um absurdo para uma pessoa dessa idade custear os próprios gastos.

Além disso, a gente quer preservar a diferença de tratamento entre homens e mulheres. Não é justo que as mulheres, que muitas vezes têm jornada dupla e até tripla, tenham que contribuir o mesmo período que os homens para se aposentar.

Temos que ter um tratamento diferente para as mulheres, para os professores, agricultores, profissionais de segurança, bem como guardas municipais, agentes de trânsito, bombeiros, agentes penitenciários e socioeducativos. Essas categorias merecem uma atenção especial. Portanto, são muitas as mudanças que o projeto precisa ter para ser viável.

COM ASCOM