Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A operação de segurança desenvolvida durante o período de Carnaval no Ceará apresentou resultados satisfatórios com relação aos índices de segurança registrados no período. Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), que englobam homicídios, lesões corporais seguidas de morte e latrocínios, tiveram diminuição de 13,21% se comparados com o feriado do ano passado – foram 46 este ano contra 53 em 2016. As mortes em rodovias estaduais também apresentaram redução. Foram 11 vítimas fatais neste ano e 13 no ano passado, o que representa uma queda de 15,39%.

A Operação Carnaval 2017 foi realizada das 18 horas da sexta-feira (24) às 6 horas da quarta-feira de cinzas (1). As ações foram desenvolvidas pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio de suas coordenadorias de Inteligência, de Planejamento Operacional e de Operações Aéreas (Ciopaer) e de suas vinculadas – Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense. Os Bombeiros resgataram com vida 59 pessoas que estavam se afogando. Outras sete pessoas foram vítimas de afogamento fatal – o mesmo número do feriado de 2016. Treze crianças perdidas foram achadas e devolvidas as suas famílias.

As ações policiais tiveram resultados positivos também na apreensão de armas e drogas e nas prisões e apreensões em flagrante. Noventa e uma (91) armas de fogo foram apreendidas durante o feriadão. No mesmo período do ano passado, foram 66 – o que significa um aumento de 27,48%. Já a apreensão de drogas subiu de 32,22 quilos para 37,02 quilos – um crescimento de 12,97%. Os autos de prisão e de apreensão em flagrante passaram de 471 no carnaval de 2016 para 487 no deste ano – um aumento de 3,29%.

Ciopaer

A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), por meio de suas três bases em Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral, realizou 33 voos no último feriado, entre atendimento de acidentes automobilísticos, apoio a pessoas perdidas, resgates de afogamentos e vôos de patrulhamento.

Estradas estaduais

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) aplicou 4.830 notificações, recolheu 373 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e apreendeu 355 veículos. Foram 11 vítimas fatais em decorrência de acidentes nas CEs nesse carnaval, enquanto no ano anterior foram 13 – uma queda de 15,39%. Dessas 11 vítimas, quatro estavam em motocicletas. A PRE contou com 601 policiais militares, que atuaram em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE). O efetivo diário da corporação contou com 23 pontos fixos nas estradas, cinco postos avançados, 20 postos volantes, 58 motos, 20 guinchos, 68 viaturas e 44 bafômetros.

Operação 2017

A SSPDS disponibilizou o reforço de 3.140 profissionais por dia, distribuídos nas 18 Áreas Integradas de Segurança (AIS) do Estado. O período contou com o efetivo de 2.103 policiais militares, 324 policiais civis, 615 agentes do Corpo de Bombeiros e 36 da Perícia Forense, além de 62 servidores das Coordenadorias da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Foram utilizadas duas Plataformas de Observação Elevadas (POEs), cada uma com 14 câmeras instaladas em uma torre 15 metros de altura, e quatro aeronaves, sendo uma com imageador aéreo e uma com resgate aeromédico, em regime de plantão 24 horas, para atender os municípios cearenses.

Cerca de 60 municípios do interior do Estado ganharam reforço no efetivo de segurança por se tratarem de áreas onde acontecem festas tradicionais nesse período carnavalesco. Além disso, as delegacias regionais também estiveram de prontidão para realizar os atendimentos nos dias festivos. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social ressalta que não houve alteração do efetivo ordinário em decorrência das movimentações dos efetivos das forças vinculadas designadas para a segurança do Carnaval 2017.

Com informação da A.I