Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O último Boletim de Doenças de notificação compulsória de 2017, demonstrou que os casos de chikungunya aumentaram mais de três vezes em comparação com 2016 no Estado. Já a dengue teve redução de 34% nas notificações.

Em 2017, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), através do Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Coordenadoria de Promoção e Proteção à Saúde, registrou 99.984 mil casos de chikungunya e em 2016, contabilizou 29.837 pessoas com os sintomas da doença.

Já a dengue que vinha num crescente nos anos anteriores, reduziu o número de casos notificados no ano passado – Foram 24.891. Em 2016 o número atingiu de 37.769. A zika, por sua vez 112 casos em 2016 para 571 registros em 2017.