Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governo do Catar pediu ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) que não transfira a embaixada do Brasil em Israel para Jerusalém. Em comunicado em seu site nesse sábado, 3, o Ministério das Relações Exteriores catari advertiu que a medida contraria o consenso internacional expressado pelas Nações Unidas.

“O Catar pediu ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, que reverta sua decisão de transferir a embaixada do seu país em Israel de Tel Aviv para a ocupada cidade de Jerusalém”, diz o comunicado. A Chancelaria lembrou que a Assembleia Geral da ONU não reconheceu Jerusalém como capital de Israel e pediu a todos os países que não estabeleçam suas missões diplomáticas lá.

O Catar “espera que o Brasil respalde o povo palestino até que todos os seus direitos usurpados e sejam restaurados suas aspirações legítimas alcançadas”. “Como afirmado durante a campanha, pretendemos transferir a Embaixada do Brasil de Tel Aviv para Jerusalém. Israel é um Estado soberano e nós o respeitamos”, escreveu Bolsonaro na última quinta-feira em sua conta no Twitter. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou em dezembro de 2017 a mudança da embaixada americana para Jerusalém e, além disso, reconheceu essa cidade como capital de Israel.

Com informações do Portal Uol Notícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp