Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Caucaia registrou este ano mais de 240 milímetros de chuva. O acumulado é mais do que a média histórica normal do município. Para a quadra invernosa não causar prejuízos à população, a Prefeitura está executando várias ações preventivas.

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) mapeou todas as áreas de risco de Caucaia. Foram detectados 31 pontos, regiões que já estão recebendo maior atenção do poder público.

No bairro Conjunto Metropolitano (Picuí), a obra de revitalização da avenida da Integração dará mais acesso ao escoamento da água do canal, evitando alagamentos. A obra faz parte do conjunto de intervenções do programa Avança Caucaia.

Já a Secretaria Municipal de Patrimônio, Serviços Públicos e Transporte (SPSPTrans) realiza o trabalho preventivo de limpeza de bueiros, canais, córregos e lagoas de Caucaia.

Coordenador da Defesa Civil, Airton da Silva alerta sobre outro fator que pode contribuir com sinistros: o descarte irregular de lixo, que provoca o entupimento dos bueiros – fundamentais para a água da chuva escoar – e consequentes alagamentos.

Até o momento, nenhum sinistro foi registrado nas áreas de risco, mais propensas, por exemplo, a alagamentos, em razão da cheia de rios, mangues e lagoas ao redor dos quais estão inseridas e que se elevam acima do normal nesta época.

Apenas em janeiro deste ano, Caucaia registrou 181,2 milímetros de chuva – acima da média de 102,8 milímetros. Já em fevereiro, o município normalmente registra 153 milímetros de chuva e este ano já foram contabilizados 59,2 milímetros em apenas sete dias. Os dados são da Fundação Cearense de Metodologia e Recursos Hídricos (Funceme).

DICAS DA DEFESA CIVIL PARA DIAS DE CHUVA:

• Desconectar aparelhos elétricos da corrente elétrica para evitar curtos circuitos;
• Ficar longe de portas e janelas;
• Não deixar crianças sozinhas e/ou trancadas em casa;
• Não ficar próximo de árvores ou postes; eles atraem raios;
• Não ficar exposto em espaços aberto (campos de futebol e praias);
• Não retirar roupas de varais de arame durante chuvas fortes;
• Manter distância de alambrados, cercas, linhas telefônicas e elétricas, assim como estruturas metálicas em geral;
• Se estiver no carro, permaneça no veículo;
• Ter sempre um lugar seguro onde você possa se alojar no caso de inundação;
• Não construir próximo a córregos que possam inundar;
• Fechar o registro de entrada de água;
• Ter sempre água potável, roupa e remédios, caso tenha que sair de casa;
• Em caso de sinais de risco, avisar acionar Bombeiros (193) e/ou a Compdec;
• Não jogar lixo nas ruas para não obstruir o escoamento da água, bem como não descartar sedimentos, troncos, móveis e materiais que impeçam o curso do rio, provocando transbordamentos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp