Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O afastamento de policiais com sintomas relacionados ao novo coronavírus é uma realidade vivida na Polícia Militar do Ceará. O Comando Geral da Polícia Militar afirma que já há PMs de licença médica por apresentar problemas ligados a síndromes respiratórias. Até então, de acordo com o Comando, não há um levantamento de quantos militares se encontram nesta condição.

O comandante-geral da Polícia Militar do Ceará, coronel Alexandre Ávila, garante que apesar das licenças, não há comprometimento de policiamento no Ceará. Ainda segundo o coronel, todos os casos vêm sendo acompanhados pela Coordenadoria de Saúde e Assistência Social e Religiosa da Polícia Militar do Ceará.

A Promotoria de Justiça Militar e Controle Externo da Atividade Policial Militar do Ministério Público do Ceará recomendou ao comando da Polícia Militar do Ceará que fosse apresentado um plano de combate ao novo coronavírus no âmbito da instituição. Consta no documento que a recomendação é feita para garantir a saúde dos profissionais, das famílias deles e evitar uma possível redução do efetivo operacional durante a pandemia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp