Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Levantamento da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) mostra que o Ceará fechou o ano de 2017 com o registro de 1.807 crimes sexuais, o que representa uma média de quase cinco crimes por dia. Com relação aos dados de  2016, quando aconteceram 1.720 casos, houve um crescimento de 5%.

Somente de dezembro, 37,3% dos casos aconteceu em plena luz do dia: entre 6h e 11h59. O dia da semana do último mês que houve mais casos foi segunda-feira, com 17,3%, seguida da terça-feira e do domingo, ambos com 16,7%.

O mês com maior número de casos foi maio, com 172 registros. Em junho, o número caiu para 151 crimes sexuais e a partir dai, mês a mês os números os casos foram aumentando até setembro, mantendo-se em 170 em outubro.

O número de casos do Interior do Estado foi mais que o dobro dos da Capital. Foram 1.010 crimes, enquanto na Capital o numero atingiu 485. Na Região Metropolitana foram 276 registros.

A Área Integrada de Segurança III, que abrange os bairros de Messejana; Ancuri; Pedras; Barroso; Jangurussu; Conjunto Palmeiras; Curió; Lagoa Redonda; Guajeru; São Bento; Paupina; Parque Santa Maria; e Coaçu, com 71 casos foi o primeiro no ranking.