Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Ceará já registra 136 mortes por chikungunya até o último dia 11, de acordo com dados da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). Fortaleza concentra o maior número de casos, com 105 mortes. O número de casos confirmados da doença chegou a 97.226 no Ceará, dos quais 56.641 em Fortaleza, o que representa 58% do total

Além de Fortaleza, foram registradas mortes em por chikungunya em Caucaia (5), Itapajé (2), Mararanaú (3), Maranguape (3), Itatira (1), Aracati (3), Senador Pompeu (2), Jaguaretama (1), Morada Nova (1), Marco (1), Viçosa do Ceará (1), Acopiara (3), Piquet Carneiro (1), Beberibe (2) e Pacajus (1).

A doença provoca febre, dores nas articulações e pode causar até um novo tipo de reumatismo. De acordo com especialistas, existem quadros sem dor, dor leve, moderada e grave. Em 50% dos casos, elas se tornam crônicas.

Com Informações G1-CE