Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Um estudo realizado pela empresa de tecnologia InLoco, tendo como base dados de geolocalização de telefones celulares em todo o Brasil, mostra que, no dia 7 de abril, o índice de isolamento no Ceará atingiu 52,9%. Significa que, dos aparelhos cujos dados foram utilizados no Estado, mais da metade se manteve em casa durante o dia. Segundo a empresa, a precisão é 30 vezes maior que o GPS Global.

Em Fortaleza, o número foi um pouco abaixo do que o cearense (51,8%, no dia 6 de abril), mas ainda assim, manteve taxa frequente, sempre acima da metade. Os maiores números da Capital e do Estado se concentram nos fins de semana; nos dias 21 e 22 de março, primeiro após o decreto do governador Camilo Santana, o índice de isolamento chegou a 71%. No entanto, esse índice vem caindo por dois fins de semana consecutivos.

Em âmbito nacional, a taxa de isolamento cearense é a quarta maior das unidades da federação, levando em conta ainda o dia 7 de abril. O Estado fica atrás de Distrito Federal (56,4%), Goiás (56,3%) e Pernambuco (53%). O índice brasileiro foi de 49,6%.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp