Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O município de Varjota ganhou, nesse domingo, destaque  nacional no Programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão, com uma ampla reportagem sobre o mais ilustre filho da terra que conquistou o prêmio Jabuti. Ou melhor, dois prêmios Jabuti. A façanha é do poeta Mailson Furtado que, com o livro à Cidade, teve não só a melhor publicação de poesia, mas também o livro do ano, honraria máxima da principal premiação literária do país. “Isso representa um sonho de adolescente de querer um dia mudar o mundo e mostra que é possível viver no lugar onde vivo, que é possível ser jovem e feliz no sertão” , comemorou Mailson Furtado que, ao retornar à terra natal com os dois prêmios, foi recebido com festa e admiração pelos conterrâneos. A reportagem do Fantástico dedicou espaço especial ao cearense. A história de Mailson tem outro capítulo bem especial: essa foi a primeira vez em 60 anos do prêmio Jabuti que o melhor livro foi de um autor independente, como são chamados aqueles que publicam sua obra sem o apoio de uma editora. Mailson fez tudo praticamente sozinho. Escreveu à mão os versos de À cidade. Fez o desenho que estampa a capa. Editou, revisou e diagramou. E também vendeu no boca a boca os 300 exemplares pagos do próprio bolso. Á cidade” é o terceiro livro de poesia de Mailson e seu quarto ao todo. Os anteriores – Sortimento (2012), Conto a Conto (2013) e Versos Pingados (2014) – também foram produções independentes. Com o prêmio Jabuti, para o poeta Mailson Furtado, a pequena cidade de Varjota, com pouco mais de 18 mil habitantes, se torna conhecida nacionalmente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp