Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os cearenses que solicitaram e recebem o auxílio emergencial de forma irregular precisam ficar de olho. O governo federal deve enviar, ainda este mês, mensagens de celular a 2,6 milhões de pessoas que receberam auxílio emergencial sem ter direito ao benefício. O objetivo é pedir que esses beneficiários devolvam o dinheiro aos cofres públicos.

Segundo informações do Ministério da Cidadania, mais de R$ 1,5 bilhão seriam recuperados se cada um desses beneficiários acionados devolvesse, ao menos, uma parcela de R$ 600.

Ao todo, o ministério prevê o envio de quase 5 milhões de mensagens de celular “considerando a possibilidade de enviar uma mensagem de reforço para o público que não proceder com a devolução após o recebimento da 1ª SMS”.

No mês passado, o governo divulgou que a lista de beneficiários irregulares incluía pessoas com rendimentos acima do limite, com cargos eletivos, militares, servidores públicos, ou mesmo CPFs com alguma irregularidade.

É importante lembrar que quem recebe o benefício indevidamente, sem se enquadrar nos critérios do governo, pode responder criminalmente pela infração. Para realizar a devolução, basta acessar o site devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp