Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A semana é agitada e de muita expectativa entre os candidatos à prefeitura de Fortaleza. Até o momento, já são duas pesquisa divulgadas que dão sinais dos rumos das eleições municipais deste ano. Três candidatos aparecem juntos, ocupando as primeiras posições em ambas as avaliações de intenção de voto entre os fortalezenses. Diante dos resultados, o jornalista Beto Almeida em sua participação no Bate-Papo político do Jornal Alerta Geral, apontou que o Capitão Wagner, Luizianne Lins e José Sarto, apresentam grande potencial para conquistar o cargo de gestor (a) municipal.

A primeira pesquisa do Ibope sobre as intenções de voto à prefeitura de Fortaleza, divulgada, nessa quarta-feira (14), pelo Sistema Verdes Mares de Comunicação, mostra que, se o primeiro turno da eleição fosse hoje, o candidato do PROS, Capitão Wagner, ficaria com 28%, vindo, em seguida, Luizianne Lins (23%), José Sarto (16%) e Heitor Férrer (6%).

“Esses três candidatos estão ai mostrando como o embate vai ser interessante e como esse cenário ainda pode ser alterado várias vezes ao longo desse curto espaço de tempo que nos resta de praticamente um mês de campanha”, afirma Beto Almeida.

O jornalista ressalta que o candidato do PDT, José Sarto, surpreende ao aparecer com cerca de 16% da intenção de votos na capital, isso porque em comparação com Luizianne Lins (PT) e Capitão Wagner (PROS) o deputado estadual tem uma menor popularidade entre os eleitores. “Nunca disputou uma campanha majoritária. Ele tem larga experiência na atividade parlamentar, na vida legislativa de disputar, seja como vereador, coo deputado estadual, mas disputar […] um cargo majoritário não, ele ainda tem essas dificuldade”, diz ele.

Beto ainda salienta que além da pouca popularidade, Sarto ainda teve que se afastar da campanha nas ruas por ter testado positivo para Covid-19, mas mesmo diante da situação, os números são favoráveis para o candidato. Na avaliação do jornalista, um bom desempenho também é percebido pelos resultados da ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, que ainda atrai considerável contingente de eleitores da esquerda, provavelmente pessoas que ainda mantém uma forte identificação política com o ex-presidente Lula.

Já no caso do Capitão Wagner, Beto aponta que o candidato do PROS esperava um diferença maior entre os percentuais, sendo um resultado que o colocasse em um posição mais distante dos adversários. Mas o jornalista ainda lembra que esta ainda é a primeira semana de propaganda eleitoral e que, nos dias que se seguem até a votação, o cenário ainda pode mudar.

Confira na íntegra o Bate-Papo político do Jornal Alerta Geral: