Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A três dias do fim da quadra chuvosa no Ceará – fevereiro, março, abril e maio – , o volume de chuvas registradas no período deve ficar abaixo da média histórica. Nesse domingo, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos registrou chuvas em 33 dos 184 municípios do Ceará. As maiores precipitações ocorreram em Pindoretama (68.0mm), Acaraú (63.1mm), Granja (50.0mm), Itaitinga (47.0mm), Aquiraz (43.0mm), Amontada (42.0mm), Caucaia (35.0mm), Eusébio (32.0mm), Itaitinga (30.1mm) e Acaraú (30.0mm).

As chuvas registradas no estado mês de maio – 59.8mm – ficaram 34% abaixo da média histórica para o período, de 90,6mm. Em abril, o volume de chuvas também ficou abaixo da média histórica em 39%, quando choveu 114.0mm de uma média de 188.0mm. De acordo com a Funceme, fevereiro foi o mês em ocorreu o maior volume de chuvas no estado: 157.1mm, o que representa um desvio positivo de 32,4% na média histórica.

A distribuição espacial irregular das chuvas ocorridas nos últimos meses no Ceará, se reflete na situação crítica de armazenamento de água nos açudes. De acordo com a Companhia de Gestão de Recursos Hídricos, os 153 açudes do Ceará estão com apenas 12,5% da capacidade total de armazenamento