Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Cidadãos que tiveram o auxílio emergencial cancelado devido a indícios de irregularidades identificados por órgãos de controle poderão contestar e o prazo para solicitar a revisão vai até o dia 16 de novembro. Para saber se teve o auxílio negado por essa razão, o cidadão precisa acessar o site da Dataprev .

O portal disponibiliza os motivos do cancelamento do auxílio emergencial. Para consultar as informações, é preciso informar número de CPF, nome completo, nome completo da mãe e data de nascimento.

De acordo com o Ministério da Cidadania, apenas poderá fazer a contestação o beneficiário que teve negado o auxílio de R$ 600 (ou R$ 1.200, no caso de mães chefes de família, que recebem cota dupla). A possibilidade de recorrer, nesse caso, não vale para as parcelas de extensão (nos valores de R$ 300 ou R$ 600).

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp