Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes foi internado no final da tarde dessa terça-feira, 25, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para fazer um procedimento na próstata, conforme informações da assessoria de imprensa da campanha do pedetista.

Ciro chegou ao hospital acompanhado da mulher, Giselle Bezerra, depois de voltar do Rio de Janeiro, onde cumpriu agenda de campanha na cidade de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. De acordo com nota divulgada por volta das 21h dessa terça, o candidato deu entrada no Sírio-Libanês no fim da tarde e, após exames, passou por um procedimento de cauterização de vasos da próstata.

O procedimento, segundo nota do Hospital Sírio Libanês, foi realizado com sucesso pelo médico urologista Miguel Srougi. “Por ser um procedimento simples, Ciro Gomes poderá retornar às suas atividades o mais breve possível”, afirma, ainda, o comunicado.

Cerca de meia hora depois, a assessoria da campanha informou por telefone que Ciro deve deixar o hospital até o fim da manhã desta quarta, 26, e participar do debate entre candidatos à Presidência promovido por UOL, Folha de S. Paulo e SBT, às 17h45. O presidente do PDT, Carlos Lupi, disse por mensagem que Ciro “está bem”, mas não deu detalhes.

A assessoria do Sírio-Libanês informou não ter autorização para comentar o assunto. O presidente do PDT, Carlos Lupi, disse por mensagem que Ciro “está bem”, mas não deu detalhes.

Na pesquisa Ibope de segunda, 24, Ciro teve 11% das intenções de voto, atrás de Jair Bolsonaro (PSL), com 28%, e Fernando Haddad (PT), com 22%. O candidato do PDT está em empate técnico com Geraldo Alckmin (PSDB), que ficou com 8%.