Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Banco do Brasil (BB) disponibiliza mais um canal para seus clientes pessoa física contestarem cheques com autonomia e agilidade, o App. Para tanto, basta acessar o extrato da conta, identificar o cheque não reconhecido, clicar sobre o documento e seguir o passo a passo para registrar a contestação. 


A ação pode ser feita todos os dias, inclusive nos finais de semana e feriados, entre 7:00 e 22:00. A funcionalidade se aplica também para o cheque avulso. 


Com a solução, o cliente BB não precisa se deslocar até uma agência nem telefonar para sua gerência. Esse novo canal é destinado à contestação de cheques já pagos e, portanto, que não foram contestados pelos clientes dentro do prazo de compensação/devolução, que é de um (01) dia. Dentro desse tempo, os valores podem ser recuperados. 


Nos casos de contestação antes do pagamento, o cliente também pode fazer o questionamento via App BB, podendo, inclusive, dar contraordem por desacordo comercial, indicar se há erro de preenchimento e, ainda, informar que se trata de cheque fraudado, o que irá gerar uma devolução por motivo 35 – cheque fraudado.
Desde março deste ano, cliente BB que não reconhece a emissão de um cheque pode registrar contraordem pelo aplicativo, sem necessidade de ir ou telefonar para sua agência de relacionamento. 


A solução digital de reconhecimento da emissão de cheque é utilizada para os cheques emitidos a partir de R$ 3 mil, e abaixo disso se apresentarem erros, tais como suspeita de fraude ou imagem em desacordo.


Sustentabilidade


Ao mesmo tempo em que trabalha para facilitar as ações dos clientes, o BB investe em tecnologia, com o objetivo de reduzir o uso de papel, gerando mais eficiência. 
Medida adotada recentemente pelo Banco permitirá a redução de 2,5 milhões de impressões ao longo do segundo semestre. E isso somente com a digitalização de procedimentos internos relacionados à compensação de cheques.

“O BB está sempre inovando seus processos, com o objetivo de entregar facilidades para o cliente, para que ele tenha autonomia e segurança na gestão de seus recursos, pois sabemos o valor do tempo para cada um de nós”, afirma João Leocir, gerente-geral da Unidade Operações do Banco do Brasil.


Uso do cheque 


A utilização de cheques apresentou redução de aproximadamente 12% ao ano, por conta da substituição desse tipo de instrumento para os meios de pagamentos digitais. 

O uso do cheque vem diminuindo no país, mas está longe de acabar. Dados do Portal do Executante da Compe indicam que de janeiro a julho deste ano foram compensados 149,7 milhões de cheques, contra 193,9 milhões no mesmo período do ano passado.


As tentativas de fraudes, no entanto, continuam, apesar da menor utilização desse tipo de ordem de pagamento. As devoluções pelo motivo 35 (cheque fraudado) é de aproximadamente 0,31% do valor total transacionado. 


Durante os primeiros sete meses deste ano, o BB compensou cerca de 50 milhões de cheques, com volume envolvido da ordem de R$ 100 bilhões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp