Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Começou neste final de semana as convenções de lançamento de candidatos à Presidência da República nas eleições deste ano. No sábado, o PDT lançou Ciro Gomes e o PSOL confirmou Guilherme Bolos para o pleito. No domingo, o deputado Federal Jair Bolsonaro foi lançado pelo PSL.

Durante a convenção do PDT, Ciro Gomes fez movimentos para se aproximar da esquerda, após perder apoio do centrão. Com um discurso que celebra as opiniões diferentes e ataca os “privilégios”, Ciro afirma que lutará para conquistar aliados e romper o isolamento. No discurso, falou, sem detalhar, os 12 eixos de sua campanha. Além de emprego, saúde e educação, o candidato focou em segurança pública.

Já na convenção do PSL, Bolsonaro se emocionou, fez um discurso com aceno às mulheres, criticou a esquerda, a imprensa e disse ser um “patinho feio” nas eleições. O candidato ainda não definiu quem ocupará a cadeira de vice na chapa. O discurso foi recheado de críticas ao PT e aos adversários.

O coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos, foi lançado pelo PSOL como candidato à Presidência da República em uma convenção realizada pelo partido. Boulos afirmou que a chapa lançada é fruto de uma decisão de fazer uma aliança entre partidos políticos e movimentos sociais. No discurso, defendeu pautas como a  descriminalização do abortoe revisão da militarização da polícia.

O ex-presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, oficializou sua candidatura pelo PSC. Rabello afirmou que seu plano de metas, apresentará aos brasileiros os meios e soluções para tirar o País da atual crise política e econômica. Ele também prometeu realizar uma distribuição de renda para que todos os cidadãos possam usufruir das riquezas do Brasil e criar um lastro da Previdência Social.

O PMN rejeitou, em convenção nacional o nome da jornalista Valéria Monteiro como candidata ao pleito. A executiva do partido já havia vetado o nome de Valéria, mas a ex-apresentadora do Jornal Nacional recorreu da decisão na Justiça e conseguiu assegurar a manutenção da pré-candidatura até a convenção.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp