Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou nesta terça-feira (27), o parecer favorável do senador Eduardo Gomes (MDB-TO) à proposta do Poder Executivo que remaneja R$ 3 bilhões do Orçamento da União. O texto segue para análise do Congresso Nacional, em sessão marcada para amanhã às 11 horas.

O Ministério do Desenvolvimento Regional será o maior beneficiário das mudanças, com crédito adicional de R$ 1 bilhão. Os ministérios da Saúde, com R$ 732 milhões, e da Defesa, com R$ 541,6 milhões, aparecem em seguida.

Parlamentares de PT, PDT, PCdoB e Psol criticaram o texto, que cancela R$ 1,16 bilhão do Ministério da Educação (MEC) – parte desse montante, R$ 230 milhões, será redirecionado dentro da própria pasta. Ao final, o saldo líquido é um corte de R$ 927 milhões nas dotações, que neste ano já foram alvo de contingenciamento.

(*) Com informações da Câmara dos Deputados

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp