Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Comissão Examinadora do concurso para juiz substituto do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) julgou, nesta sexta-feira (21), os recursos interpostos contra o padrão de respostas das provas discursivas (escritas). Os integrantes da Comissão analisaram quatro questões e duas sentenças (cível e criminal) com questionamentos de candidatos.

Ao todo, foram recebidos 346 pedidos de revisão. Por unanimidade, os recursos foram parcialmente providos, exceto os referentes à terceira questão, que foram indeferidos. Com isso, foram estabelecidos novos padrões de correção das provas escritas, modificados pela Comissão em razão dos recursos interpostos pelos candidatos.

Participaram da sessão os desembargadores Washington Araújo (vice-presidente do TJCE), Inacio de Alencar Cortez Neto, José Tarcílio Souza da Silva e Lígia Andrade de Alencar Magalhães, além de Tiago Asfor Rocha Lima, representante da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Ceará (OAB/CE). O juiz auxiliar da vice-presidência, Alexandre Sá, também esteve presente à reunião secretariando os trabalhos.

As provas escritas foram aplicadas nos dias 17, 18 e 19 de agosto deste ano. O concurso oferece 50 vagas, incluindo três reservadas a pessoas com deficiência e dez para candidatos negros. A seleção está sendo executada pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

 

 

Com informação do TJCE