Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Seja por falha na análise do INSS, mudança na lei ou falta de documentação no requerimento da aposentadoria, milhares de benefícios são concedidos com erros todos os anos. Para verificar se esse foi o seu caso e se é possível melhorar a renda atual.

Veja os sete tipos mais comuns de revisão:

– Revisão da vida toda

– Revisão do teto

– Revisão do teto para segurados antes de 4 de abril de 1991

– Revisão do artigo 29
– Revisão por ação trabalhista
– Revisão da melhor data de início do benefício
– Revisão para quem teve dois empregos na mesma época

A mais recente autorizada pela Justiça, a revisão da vida toda, permite incluir no cálculo do benefício as contribuições feitas antes de julho de 1994, pagas em outras moedas que não o real. A melhor forma de identificar um erro de cálculo na média salarial ou a falta de um período contributivo é analisando a carta de concessão e a memória de cálculo do benefício. Nesses documentos, devem constar todos os salários considerados para o cálculo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp