Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Conselho de Sentença do 5º Tribunal do Júri de Fortaleza condenou à pena de 14 anos e oito meses de prisão o réu Paulo Sérgio Bacelar Torres, acusado de tentar matar a ex-namorada em janeiro de 2006, no bairro Meireles, na Capital. Ele deverá cumprir a pena em regime fechado.

O julgamento ocorreu nessa sexta-feira (17/02) e foi presidido pelo magistrado Raimundo Lucena Neto, juiz auxiliar privativo da 5ª Vara do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua, que fixou a referida pena. O corpo de jurados condenou o acusado pelo crime de tentativa de homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e surpresa). A acusação foi patrocinada pelo promotor de Justiça Franke José Soares Rosa e a defesa ficou a cargo do defensor público Matheus Silva Mendes.

Paulo Sérgio não foi localizado para comparecimento ao júri, e por estar em local incerto e não sabido, o juiz manteve a prisão preventiva dele, negando-lhe o direito de apelar em liberdade.

O CASO

De acordo com os autos (nº 0090115-81.2007.8.06.0001), o réu e a vítima iniciaram relacionamento em 2005, mas ao perceber que o homem era violento e ciumento, chegando a agredir e ameaçá-la de morte, a mulher terminou o relacionamento.

No dia 30 de janeiro de 2006, após várias ameaças e perseguições, Paulo Sérgio esperou a ex-namorada sair de um hospital na rua Vicente Leite, no bairro Meireles, para obrigá-la a ir embora com ele, mas a vítima começou a gritar. Vendo que não conseguiria levá-la, o acusado a esfaqueou por várias vezes e fugiu em seguida. Mesmo após o crime, ele passou a mandar e-mail ameaçando também a família dela, caso o processo continuasse.

Com informação da A.I

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp