Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) liberou a distribuição de 100% dos lucros obtidos do fundo de 2018, de acordo com a resolução divulgada no Diário Oficial desta terça-feira (20). Isso quer dizer que a cada R$ 100 que o trabalhador possua nas contas do FGTS de 2018 serão pagos cerca de R$ 3. Isto é, o aumento de 3%.

No geral, serão atribuídos cerca de R$ 12,22 bilhões para contas ativas e inativas que continham salto positivo até 31 dezembro do ano passado.

Quem poderá sacar

Os recursos terão as mesmas regras para saque que estão dispostas as contas do FGTS, que são:

  • doenças graves
  • demissão sem justa causa
  • rescisão do contrato por acordo, conforme nova lei trabalhista
  • rescisão do contrato por extinção total da empresa
  • aposentadoria
  • compra da casa-própria
  • saque-aniversário
  • trabalhador permanecer por 03 (três) anos ininterruptos fora do regime do FGTS
  • entre outras situações específicas de doença, segundo a Caixa
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp