Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Expectativa na área da saúde no Brasil. Governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quinta-feira (11) que a parceria entre o Instituto Butantan e um laboratório chinês para testes de uma vacina contra o coronavírus será feita em 9 mil voluntários brasileiros. Caso os testes realizados sejam bem sucedidos, a vacina poderá ser produzida no país e disponibilizada no Sistema Único de Saúde (SUS) a partir de junho de 2021.

Ainda segundo o governo, outros acordos com Sinovac estão sendo feitos para garantir o fornecimento do produto ao país enquanto a tecnologia de produção da vacina é transferida para o Butantan. Os estudos clínicos no Brasil serão iniciados após a aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e dos comitês de ética em pesquisa.

A vacina da Sinovac Biotech já foi aprovada para testes clínicos na China. Ela usa uma versão do vírus inativado. Isso quer dizer que não há a presença do coronavírus vivo na solução, o que reduz os riscos deste tipo de imunização.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp