Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O corregedor-geral da Justiça do Ceará, desembargador Francisco Darival Beserra Primo, delimitou a área de atuação dos juízes corregedores auxiliares nas nove Zonas Judiciárias do Estado. O objetivo é otimizar e garantir a excelência e a dinâmica dos trabalhos correicionais realizados pelos magistrados.

A 1ª e a 6ª Zona ficarão sob a fiscalização do juiz Roberto Soares Bulcão Coutinho. Já a 2ª e a 4ª terão a atuação de Henrique Lacerda de Vasconcelos. O juiz Ernani Pires Paula Pessoa Júnior exercerá a função na 3ª e na 9ª Zona. Por fim, a 7ª e a 8ª ficarão sob a incumbência de Flávio Vinícius Bastos Sousa.

De acordo com o corregedor-geral, a Comarca de Fortaleza e a 5ª Zona Judiciária serão de competência de todos os corregedores auxiliares. Para assegurar ainda mais a efetividade e a celeridade dos serviços, as correições feitas em Juazeiro do Norte, Sobral, Maracanaú e Caucaia serão realizadas por, no mínimo, três juízes corregedores auxiliares.

Para a determinação, o desembargador considerou o Regimento Interno da Corregedoria cearense e o artigo 58 do Código de Divisão e Organização Judiciária do Estado, que dispõe sobre a possibilidade de definição racional no âmbito de atuação dos juízes corregedores auxiliares a partir do zoneamento das comarcas. A medida consta no Provimento nº 7/2017, publicado no Diário da Justiça nessa quinta-feira (09/02).

SERVIÇOS EXTRAJUDICIAIS

Para atuar como coordenador das inspeções nas serventias extrajudiciais (cartórios), o desembargador Francisco Darival Beserra nomeou o juiz corregedor Gúcio Carvalho Coelho. Atualmente, o Ceará possui 680 cartórios.

ZONA JUDICIÁRIA – SEDE

1ª ZONA – JUAZEIRO DO NORTE

2ª ZONA – IGUATU

3ª ZONA – QUIXADÁ

4ª ZONA – RUSSAS

5ª ZONA – MARACANAÚ

6ª ZONA – CAUCAIA

7ª ZONA – SOBRAL

8ª ZONA – TIANGUÁ

9ª ZONA – CRATEÚS

Com informação da A.I