Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com a realização da 2ª Corrida pela Natureza tendo como cenário o Parque Botânico em Caucaia, será encerrada domingo, (26) a Festa Anual das Árvores 2017. Cerca de 450 inscritos vão descobrir as trilhas daquela Unidade de Conservação. O início das atividades está marcado para as 7 horas e, até o meio-dia, também ocorrerão várias atividades do Projeto Viva o Parque e apresentações artísticas.
A abertura da Festa Anual das Árvores aconteceu dia 19, no Parque do Cocó com a distribuição de mudas de espécies nativas e de material educativo alusivo às árvores e à água pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema). Durante a semana, de 20 a 24 de março, uma estrutura fixa no Cocó distribuiu mudas, material educativo e exibiu vídeos. As atividades também aconteceram em 42 municípios em todo o Estado.
O foco da Festa Anual das Árvores foi a divulgação do Projeto de Florestamento e Reflorestamento, dentro do Programa Ceará Mais Verde, que hoje está recuperando áreas degradadas de quatro bacias hidrográficas onde funcionam Unidades de Conservação administradas pela Sema. No rio Pacoti, serão plantadas 30 mil árvores, em local onde se encontra o periquito-da-cara-suja, espécie ameaçada de extinção e exclusiva daquela região.

Ainda no Pacoti, haverá revitalização do viveiro já existente na UC e criação de um outro, no campus da Unilab. No rio Cocó, foram firmadas parcerias com a Unimed Fortaleza (500 mudas) e a C. Rolim Engenheira (40 mil mudas). No rio Ceará, a Unimed plantará 500 mudas no Parque Botânico. Finalmente, no riacho Ipuçaba, estão previstas ações de educação ambiental. “Queremos preservar e recuperar os mananciais e colaborar na amenização do clima, posto que o Estado possui uma cobertura arbórea de somente 57%”, explicou Bruno.
A abertura da Festa Anual das Árvores (FAA) aconteceu dia 19/03, no Parque do Cocó. A Sema continua a distribuição de mudas de espécies nativas e de material educativo alusivo à árvores e à água, já que 22 de março foi o Dia Mundial da Água. Durante a semana, de 20 a 24 de março, uma estrutura fixa no Cocó distribuiu mudas, material educativo e exibiu vídeos. As atividades da FAA aconteceram em 42 municípios simultaneamente, em todo o Estado.

O foco da FAA é a divulgação do Projeto de Florestamento e Reflorestamento, dentro do Programa Ceará Mais Verde, que hoje está recuperando áreas degradadas de quatro bacias hidrográficas onde funcionam Unidades de Conservação administradas pela Sema. No rio Pacoti, serão plantadas 30 mil árvores, em local onde se encontra o periquito-da-cara-suja, espécie ameaçada de extinção e exclusiva daquela região. Ainda no Pacoti, haverá revitalização do viveiro já existente na UC e criação de um outro, no campus da Unilab.

No rio Cocó, foram firmadas parcerias com a Unimed Fortaleza (500 mudas) e a C. Rolim Engenheira (40 mil mudas). No rio Ceará, a Unimed plantará 500 mudas no Parque Botânico. Finalmente, no riacho Ipuçaba, estão previstas ações de educação ambiental. “Queremos preservar e recuperar os mananciais e colaborar na amenização do clima, posto que o Estado possui uma cobertura arbórea de somente 57%”, explicou Bruno.