Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Começou nesta terça-feira (3) a quarta fase da pesquisa de soroprevalência em Fortaleza, realizada pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

Os 3300 testes, a serem realizados em 112 bairros, englobam exames de swab nasal, para RT-PCR, e coleta de sangue venoso, com o objetivo de levantar o percentual de pessoas que desenvolveu anticorpos da Covid-19, na capital.

Todas as amostras coletadas vão ser analisadas pela Fundação Oswaldo Cruz, que fica localizada no Polo de Saúde do Eusébio.

A primeira fase foi realizada em junho de 2020, a segunda em julho e a terceira em setembro, com testagem de 3300 pessoas em cada fase. Para esta fase, os 250 profissionais envolvidos receberam treinamento na Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE).

A forma de reconhecer o pesquisador é atentar para o uso do crachá de identificação, do termo de consentimento para participação; do panfleto informativo da pesquisa, deve estar munido de touca, avental, óculos, máscara e luvas.

A secretária de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida, fala da importância da realização da testagem em diversos bairros da Capital e explica a diferença desta fase para as outras fases de testagem já realizadas.

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp