Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A recente redução das taxas de juros do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e aumento no limite financiável para projetos de infraestrutura na Região estão entre os benefícios que vem proporcionando a maior busca por crédito pelas empresas do setor em 2018.

O Banco do Nordeste já possui projetos no montante de R$ 11,8 bilhões em análise para os próximos meses. Desse montante, mais de R$ 2 bilhões são voltados a empreendimentos  das áreas de água, esgoto e logística, que possuem taxas ainda menores: cerca de 5,12% a.a., já incluído bônus de adimplência.

Para água e esgotos, podem ser financiados projetos de implantação de redes de captação, adução e distribuição de água bruta e potável, redes de interceptores e emissários de esgoto, unidades de tratamento de efluentes domésticos e não domésticos, estações de tratamento de águas residuárias, efluentes industriais e químicos; saneamento básico, inclusive estudos, projetos e tecnologias de gerenciamento para o aumento das áreas de cobertura dos sistemas de abastecimento d’água e de esgotamento sanitário.

Estão classificadas como operações de logística os projetos que contemplem estudos, obras civis, treinamento, despesas pré-operacionais e bens de capital, desde que voltados à implantação, expansão, modernização e reforma da infraestrutura logística do país, em equipamentos como aeroportos, estradas e portos, dentre outros.

O BNB possui R$ 30 bilhões com recursos do FNE para investimentos na Região durante o ano de 2018.

Com informações do BNB