Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O titular da Delegacia de Polícia Civil de Viçosa do Ceará, Gregório Neto, descartou nessa terça-feira o crime de abuso sexual contra os irmãos Iracione e Francisco, de 8 e 10 anos de idade, mortos a golpes de faca no fim de semana em Viçosa do Ceará. Segundo o delegado, o inquérito já foi concluído e a autoria dos crimes está confirmada: os dois meninos foram mortos com golpes de faca por dois homens e um adolescente de 15 anos. Os suspeitos de autoria do crime estão presos e o adolescente, apreendido.

Por causa da crueldade com que os crimes foram cometidos, os suspeitos devem ser indiciados por homicídio triplamente qualificado, com as qualificadoras de motivo fútil, crueldade e impossibilidade de defesa das vítimas. De acordo com o delegado, um dos médicos responsável pela autópsia garantiu não ter havido violência sexual contra os meninos.

O garoto Iracione da Silva, de 8 anos, foi o que sofreu o maior número de golpes – 11 no total. Um deles atingiu a artéria branquial, a principal artéria do braço, que ocasionou uma hemorragia muito grande. O menino morreu em decorrência dessa perda enorme de sangue. Já Francisco da Silva, de 10 anos, foi assassinado com oito golpes.

O delegado tem prazo de 10 dias para concluir o inquérito e enviá-lo ao Ministério Público, para que decide se aceita ou não a denúncia apresentada pelo policial.