Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), divulgado hoje (6) pelo IBGE, subiu 1,16% em outubro, no Ceará. Foi a terceira maior alta do ano, e ficou 0,36 ponto percentual (p.p.) acima da taxa de setembro (0,80%). De janeiro a outubro, o índice acumula aumento de 5,93% e nos últimos 12 meses a alta chega a 6,75%.

A elevação dos custos foi influenciada pela parcela de materiais, que cresceu 2,21% com aumento generalizado em diversos produtos, menos intensa que a alta registradas em agosto (2,90%), sendo maior que a de setembro (1,39%).

Já a parcela de mão de obra tem se mantido estável e registrou queda de 0,3 % no mês de outubro.

O custo da construção, por metro quadrado, que em setembro fechou em R$ 1.116,54, passou em outubro para R$ 1.129,47, sendo R$ 662,83 relativos aos materiais e R$ 466,64 à mão de obra.

Nordeste tem alta em todos os estados, puxada por Sergipe

A região Nordeste, com alta significativa na parcela dos materiais em todos os estados, e destaque para Sergipe (3,24%), Bahia (2,93%), Pernambuco (2,91%) e Alagoas (2,35%), ficou com a maior variação regional em outubro, 2,07%. As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 1,86% (Norte), 1,52% (Sudeste), 1,77% (Sul) e 1,17% (Centro-Oeste).

Com alta observada na parcela dos materiais, Sergipe, com 3,24%, pela segunda vez consecutiva, foi o estado que apresentou a maior variação mensal.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp