Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com um alto percentual de eleitores que ainda podem mudar de candidato, o ex-governador do Ceará, Cid Gomes (PDT), disse nesta quinta-feira (4) acreditar em uma alteração do quadro eleitoral após o debate promovido pela Rede Globo. Em Fortaleza, onde faz campanha para senador, ele avalia que o vínculo do eleitor com seus candidatos na disputa deste ano “nunca esteve tão frágil”, o que aumenta as chances de seu irmão, Ciro Gomes, apresentar um crescimento na reta final.

“O debate da Rede Globo pode mexer no quadro eleitoral. Com o tempo curto da eleição deste ano, as pessoas estão decidindo na última hora”, disse. Segundo a última pesquisa Datafolha, divulgada nesta quinta-feira (4), Ciro aparece em terceiro lugar, com 13% dos votos válidos, atrás de Jair Bolsonaro (PSL), com 39%, e Fernando Haddad (PT), com 25%.

Para ele, Ciro reúne características dos dois favoritos na disputa eleitoral, o que pode favorecê-lo na fase final. “Ele tem a autoridade e a força que o eleitor procura em Bolsonaro e a lembrança do governo Lula que o eleitor procura em Haddad”, disse. Para o debate presidencial, o PDT montou um telão no comitê de campanha eleitoral de Cid Gomes. Ele assistirá ao irmão acompanhado da família em Sobral, cidade onde Ciro foi criado.

Com informações Folha de São Paulo