Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Equipe do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Ceará (UFC) desvenda o mistério do suposto vulcão na Serra de Maranguape. O resultado dos estudos afirma que o aquecimento da água foi provocado por um fio-terra de um medidor de energia que passa corrente elétrica e esquenta a água até surgir a fumaça.

O caso ganhou notoriedade depois da veiculação de um vídeo mostrando a água fervendo. A peça foi compartilhada por diversas pessoas nas redes sociais e surgiram muitas especulações, até da existência de um vulcão. A fonte fica em um sítio da Fundação Mata Atlântica, uma área de proteção ambiental do município.

A Universidade Federal do Ceará, por meio do Departamento de Geologia foi acionada e constatou que o suposto fenômeno, na realidade, era provocado por fio com corrente elétrica que passa por baixo da terra.

Segundo o professor de Geologia da UFC, Christiano Magini, o vapor não é considerado um fenômeno da natureza. A fonte de água fervente que viralizou na internet foi causada pelo mau aterramento da fiação elétrica. Ele tranquiliza a população, afirmando que não há nenhum perigo, a não ser o risco de choque elétrico.