Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Integrante da bancada do PDT na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Romeu Aldigueri pediu cautela na discussão da proposta de adiamento das eleições. Ele afirma que antes de tudo, é preciso aceitar que vivemos um momento inédito na história mundial moderna. Ele considera, contudo, que, nesse momento, é muito incerto falar sobre os caminhos que percorreremos nos próximos meses e algumas variáveis poderão alterar substancialmente a trajetória e defende que, qualquer decisão sobre o adiamento ou realização das eleições de 2020, deve ficar para o mês de junho.

O assunto foi repercutido pelos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida dentro do Bate-Papo político desta segunda-feira (25) no Jornal Alerta Geral. A discussão ainda gera muito debate dentro do meio político e divide bastante opiniões, onde uns se colocam a favor do adiamento do pleito para 2022 e outros preferem apenas colocá-lo para dezembro, sendo a posse realizada em janeiro em 2021, conforme os ajustes feitos pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Beto Almeida afirma: “Uma coisa é certa. Esse dinheiro que tá destinado para eleição, de 2 bilhões, se eles forem colocados para o coronavírus, se pressupõe que as eleições vão ser mesmo adiadas, do contrário, não dá pra você imaginar que pega o dinheiro para campanha e ainda sim se mantém a votação. Não! Porque de algum modo esse dinheiro é público e ele vai ter que bancar essa campanha, é isso que já esta estabelecido em legislação. Eu acho bacana que o tema se imponha!”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp