Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Presidente da Comissão de Educação na Assembleia Legislativa do Ceará, o deputado estadual Queiroz Filho (PDT) apresentou uma emenda, aprovada em dezembro na Casa para a Lei Orçamentária Anual de 2020, estimulando o fortalecimento de programas do Governo do Estado de prevenção e enfrentamento ao suicídio.

No Ceará, os números ainda são alarmantes, sendo o estado com maior número de registros de suicídio no Norte e Nordeste e o quinto no Brasil. Parabenizo o Ministério Público do Estado pelo projeto Vidas Preservadas, que marcou o início da campanha Setembro Amarelo. Mas essa precisa ser uma política contínua, não apenas durante aquele mês, alertou Queiroz.

O parlamentar destacou que o olhar para a causa precisa existir desde a infância.

Na Comissão de Educação, temos estimulado a atuação de psicólogos nas escolas da rede pública de ensino. Vivemos num mundo em que nossas crianças estão suscetíveis a desafios imprudentes pela internet. É preciso estimular as empresas de tecnologia a desenvolver mais aplicativos de controle parental, algo que apenas as famílias mais abastadas dispõem, disse.

Queiroz também citou que algumas instituições que abraçam a causa da preservação da vida, como o Instituto DimiCuida e o Instituto Bia Dote, devem ser tomadas como exemplo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp