Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Durante pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (01), o deputado estadual Renato Roseno (PSOL), alertou a população cearense sobre as consequências da liberação de agrotóxicos realizada pelo governo federal.

O parlamentar destacou que somente este ano foram liberados 325 novos agrotóxicos. “Estamos vivendo sob um governo que está liberando de maneira rápida uma quantidade enorme de venenos”,pontuou Renato.

Ele relembrou que a produção de mel teve o maior índice do Brasil registrado no Ceará em 2011, porém, em razão da seca dos anos subsequentes houve uma quebra da produção que caiu de 6 mil toneladas/ano para 1 mil toneladas/ano.

Entre as substâncias liberadas, o deputado salientou os prejuízos causados pelos neonicotinóides, os quais são derivados da nicotina (conhecida por fazer parte da composição do cigarro industrializado) e extremamente nocivos para as abelhas, tendo causado a extinção de milhões de enxames no sul do país.

Ao fim, Renato Roseno apresentou um projeto que proíbe a comercialização de três substâncias e conclamou os demais parlamentares e a sociedade a se mobilizarem para que não haja “uma tragédia” na produção de mel no Ceará e nos demais estados.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp