Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A taxa de desemprego no Brasil subiu para o recorde de 13,8% no trimestre encerrado em julho, atingindo 13,13 milhões de pessoas, com um fechamento de 7,2 milhões de postos de trabalho em apenas 3 meses. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNAD Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o jornalista Carlos Alberto Alencar em seu comentário na edição desta quinta-feira (01) do Jornal Alerta Geral, trata-se da maior taxa de desemprego da série histórica da pesquisa, iniciada em 2012, refletindo os impactos da pandemia de coronavírus, que vêm afetando a economia desde o final de março.

Confira na íntegra o comentário do jornalista Carlos Alberto Alencar: