Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Casa, da Assembleia Legislativa, lança hoje, 17, a I Caravana de Combate à Violência contra a Mulher.

A iniciativa é das deputadas Augusta Brito (PCdoB) e Rachel Marques (PT), e tem como objetivo debater a igualdade de gênero, o respeito à diversidade e promover uma reflexão sobre as mais variadas formas de violência contra a mulher. A Caravana é uma parceria entre A Procuradoria Especial da Mulher na Assembleia Legislativa e do Governo do Estado do Ceará, por meio da Coordenadoria de Políticas para as Mulheres, Coordenadoria de Políticas para a Juventude e Secretaria da Educação (Seduc).

A escola Adauto Bezerra será a primeira a receber a Caravana, no dia 6 de junho. A programação terá palestras, formação de grupos de trabalho, distribuição de material informativo e  apresentação de grupos teatrais. Ela percorrerá 20 escolas públicas estaduais e profissionalizantes de 16 municípios cearenses. Estão contempladas as macrorregiões da Grande Fortaleza e as regiões de Sobral, da Ibiapaba, do Cariri e do centro-sul.

De acordo com a deputada Augusta Brito, o objetivo do projeto é conscientizar jovens estudantes sobre os males do machismo e da violência contra a mulher, formando multiplicadores da equidade de gênero na família e na comunidade.

Para a coordenadora de Políticas para Mulheres do Estado, Camila Silveira, a ação, fruto de uma articulação transversal e multisetorial, é de fundamental importância para a interiorização da política de enfrentamento à violência contra a mulher e para a formação do caráter dos jovens e adolescentes.

Como resultado, a iniciativa pretende ampliar o conhecimento em relação à Lei Maria da Penha, fortalecer a Rede de Enfrentamento e conscientizar a comunidade escolar sobre os males do machismo e da violência contra a mulher.

Com informações da Assembleia Legislativa