Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Nem tudo é como se imagina! O apoio declarado do deputado federal Roberto Pessoa (PSDB-CE) à candidatura de Capitão Wagner no pleito municipal de Fortaleza em 2020 causou surpresa na cúpula regional da sigla e agora cria um clima de divisão não esperado dentro do partido. O assunto foi repercutido pelos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida dentro do Bate-Papo político do Jornal Alerta Geral desta terça-feira (19).

Primeiro partido a anunciar formalmente seu pré-candidato para o ano que vem, o PSDB vem endossando a campanha do ex-deputado estadual Carlos Matos para prefeitura da capital cearense e contava com o apoio do único representante da agremiação em Brasília para isso, mas Roberto Pessoa “jogou um balde de água fria” na liderança regional da sigla e configurou “uma divisão que não era esperada, tão cedo, dentro do PSDB, principalmente na Região Metropolitana de Fortaleza“, afirma o jornalista Luzenor de Oliveira.

Os planos de Roberto Pesssoa, além de apoiar Wagner na disputa pela prefeitura de Fortaleza, também são de lançar o deputado estadual Vitor Valim (PROS) para concorrer a gestão municipal de Caucaia, tendo sua prima Emília Pessoa na chapa com o parlamentar, e também de colocar sua filha, a deputada estadual Fernanda Pessoa (PSDB), na corrida eleitoral pela prefeitura de Maracanaú. Assim sendo, a articulação engloba as três maiores cidades da Grande Fortaleza.

Em seu comentário, o jornalista Beto Almeida destaca que Capitão Wagner tem a ambição de conseguir o apoio do PSDB, o que já foi descartado pelo presidente regional da sigla, Luiz Pontes, que por sua vez garante o lançamento de uma candidatura própria. “O Capitão na realidade é um marinheiro de segunda viagem, porque já disputou a prefeiturade Fortaleza uma vz, sabe que precisa de base sólida de apoio a ele, para ter tempo departido no rádio, na TV e naturalmente, candidatura fortaelecida, diz Beto Almeida.

Beto ainda pontua que os tucanos vão avaliar a questão, mas que o líder do partido, Luiz Pontes, garante que continuará com sua firme determinação de lançar a pré-candidatura de Carlos Matos. Por outro lado, Luzenor diz que os sinais deste apoio já vinham sendo mostrados desde o início do ano com algumas reuniões entre Roberto e Wagner. “Os sinais já eram mais do que evidentes e os tucanos se dizem surpresos!”, conclui Luzenor.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp