Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Nos últimos três anos, entre 2017 e 2020, o Ceará apresentou um crescimento de 45,3% na quantidade de doação de sangue durante os dias de carnaval. Este ano, entre 21 e 25 de fevereiro, foram 1.136 bolsas colhidas pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce).

No mesmo período, a distribuição cresceu 65,2%. Se em 2017 eram 1941 beneficiados, em 2020 saltou para 3207.

Conforme a diretora geral do Hemoce, Luciana Carlos, campanhas de incentivo a doações são realizadas em períodos de festas, inclusive carnaval, para evitar faltas no estoque de bolsas de sangue. “A gente tem que se precaver. Se houver um aumento na necessidade de transfusão, temos que ter condição de resposta imediata”, explica, ao tratar sobre a diminuição de doações que ocorrem em feriados.

Doação

A doação de sangue ocorre de modo anônimo e não pode ser escolhido a quem a bolsa irá beneficiar. “A gente tem que entender a doação de sangue não guarda uma relação com a pessoa que eu quero que seja transfundida. É um ato altruísta”, pontua a diretora geral do Hemoce.

O sangue doado precisa ser processado e examinado de acordo com procedimento técnico, a fim de confirmar a qualidade. A bolsa coletada é dividida em componentes a fim de ser melhor aproveitada e poder ser utilizada em até três ou quatro pacientes. Para a diretora do centro percebe o bom funcionamento da unidade pelo compromisso e responsabilidade dos parceiros.

Requisitos para doação

  • Estar em boas condições de saúde;
  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos ;
  • Pesar no mínimo 50 kg;
  • Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
  • Estar alimentado, evitando alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação;
  • Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial;
  • Menores de 18 anos precisam apresentar termo de consentimento, disponível no site do Hemoce, assinado por pais ou responsáveis. Mais informações neste link.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp