Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Pelo menos dois dos 184 municípios cearenses – Itarema, Moraújo – não registraram nenhuma gota de chuva nos primeiros 24 dias do mês de janeiro, período de pré-estação chuvosa, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

As duas cidades estão em situação de emergência reconhecida pelo Governo Federal e são atendidas pela Operação Carro Pipa, tanto na área urbana como na rural. A Funceme não tem informações sobre a ocorrência – ou não – de chuvas em outras 19 cidades neste período.

Em algumas cidades ocorreram chuvas acima da média história, como é o caso de Fortaleza. Enquanto a média histórica para o mês é de 120,8 mm, choveu até esta terça 156,8 mm, um desvio positivo de 29,8%.

 

Cidades que tiveram boas ocorrências de chuvas, acima da média para o mês de janeiro, foram Itaitinga (+61,6%), Lavras da Mangabeira (+8,6%), Iracema (+40,6%), Morada Nova (+22,4%) e Alto Santo (+9,8%).

A probabilidade das chuvas no Ceará ficarem acima da média na chamada estação chuvosa, de fevereiro a abril, é de 40%, segundo previsão apresentada nesta segunda-feira (22), pela Funceme. As chances de haver chuva dentro da média é de 35%, e abaixo, 25%.

  • Chance de chuva acima da média histórica: 40%
  • Chance de chuva dentro da média histórica: 35%
  • Chance de chuva abaixo da média histórica: 25%

É uma previsão melhor para o período do que a divulgada em 2017, quando a probabilidade de chover acima da média era de 30%.

Com informação do G1