Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Cid Gomes se viu fazendo campanha para o candidato que considera o “menos ruim para o Brasil” neste sábado, (20). Foi assim que descreveu Fernando Haddad (PT) enquanto distribuía adesivos com o nome do petista em Sobral, no Ceará, berço político dos Ferreira Gomes. “É preciso abrir mão das divergências”, afirmou.

Aos eleitores disse que não deviam criar muitas expectativas, mas que deviam votar em Haddad, para evitar que Jair Bolsonaro (PSL) chegue ao poder -candidato que considera uma “aventura obscurantista”.

Cid Gomes, senador eleito pelo Ceará, cobra uma autocrítica do PT e disse que seu projeto ideal é o de ver seu irmão, Ciro Gomes, presidente. “Ciro presidente, se não é agora, será se Deus quiser, em 2022.”

Com informações Folha de São Paulo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp