Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Novo salário mínimo regional passa a valer já em 1º de janeiro. Foto: Gilson Abreu/AEN

A verdadeira “recuperação em V” da economia brasileira só deve estar completa, em um cenário otimista, no final de 2025. Para que isso ocorra, no entanto, o país precisará praticamente dobrar a taxa de crescimento do período 2021-2022 a partir de 2023.

De acordo com a explicação do jornalista Carlos Alberto Alencar em sua participação no Jornal Alerta Geral desta segunda-feira (11), os cálculos realizados pela coordenadora do Boletim Macro do FGV Ibre, Silvia Matos, a pedido da Folha, o último trimestre de 2025 é aquele em que a economia poderá voltar ao patamar em que estaria caso a tendência de crescimento verificada de 2017 a 2019 não tivesse sido interrompida pela pandemia do coronavírus.

Confira na íntegra o comentário do jornalista Carlos Alberto Alencar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp