Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Senado adiou para 2021 o concurso de redação para selecionar estudantes do ensino médio para a edição deste ano do programa Jovem Senador. Em carta enviada à secretária de Ensino Básico do Ministério da Educação (MEC), Ilona Becskeházy, e aos secretários de Educação dos estados e do Distrito Federal, a diretora de Comunicação Social do Senado Federal, Érica Ceolin, afirma que o adiamento, devido à pandemia de covid-19, foi decidido após consulta aos parceiros do projeto.

Na carta, a diretora informa que “o período de inscrições, que seria iniciado em 9 de março, não chegou a ser aberto”. O material de inscrição e divulgação para as escolas tampouco chegou a ser enviado. Ela explica o motivo: “As aulas presenciais estão suspensas, o que inviabiliza a mobilização e o debate em sala de aula — etapa fundamental do projeto.” Segundo Érica, o tema da redação deste ano — “Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania” — será mantido no concurso de 2021.

Ela ressalta que cada Unidade da Federação tem adotado medidas específicas de combate à doença, de acordo com a evolução regional da curva de contágio, “o que impossibilita a definição de um calendário único para todo o país”.

*Com informações da Agência Senado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp