Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ceará é o primeiro estado do Nordeste e o segundo do País com o maior número de estudantes matriculados na rede pública em Educação Profissional de Nível Médio. São 47.034 alunos que conciliam o tradicional Ensino Médio com disciplinas voltadas para o mercado de trabalho. O dado, de 2015, é do Anuário Brasileiro da Educação de 2017, divulgado pelo Movimento Todos pela Educação.

No ranqueamento, o Ceará fica atrás somente do estado de São Paulo, com 47.977 alunos matriculados na modalidade. Em seguida, encontram-se os estados da Bahia (46.998), Paraná (30.970) e Rio de Janeiro (23.903).

Conforme aponta a vice-governadora Izolda Cela, as matrículas na rede de escolas profissionais já representam 11% das inscrições de todo o Estado.

Áudio-1

A vice-governadora foi a secretária da Educação que implantou e executou esta política, logo no início. Ela reforça que os bons resultados são consequência de dois pilares: compromisso do Governo do Ceará com a formação educacional e investimento no protagonismo desses estudantes.

Áudio-2

Para Izolda Cela, o certificado de conclusão do ensino técnico é um diferencial inclusive para o ingresso no Ensino Superior.

Áudio-3

O Anuário também mostra que o Ceará é o primeiro estado do Nordeste com o maior número de jovens no Ensino Médio regular. Em 2015, 63,7% dos adolescentes com o perfil da categoria estavam matriculados – em 2001, o percentual era de 29,7%. O índice do Estado em 2015 supera, inclusive, a média do Brasil, que apresenta a taxa de 62,7%.

Segundo a publicação, o número de jovens de 19 anos que concluíram o Ensino Médio regular também posiciona o Ceará no topo do ranking do Nordeste. Em 2015, 57,5% dos alunos haviam terminado o ensino secundário. O índice coloca o Ceará à frente de estados demograficamente maiores, como a Bahia e Pernambuco, por exemplo. O índice, em 2001, era de 23,6%.

Veja o Anuário completo no link www.goo.gl/VG6FXO

Com informações Governo do Estado do Ceará