Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A CORRIDA AO GOVERNO DO ESTADO E AO SENADO EM 2018 está incendiando os bastidores políticos do Ceará. O governador Camilo Santana (PT) é considerado o candidato natural à reeleição. A turma do prefeito Roberto Cláudio (PDT) acha que tem espaço para ser ocupado, o quer mais ativo e mais presente na mídia e nas articulações políticas para entrar no jogo de 2018. O ciclo íntimo de RC o tem como uma opção para o Governo do Estado e defende que o prefeito esteja preparado para se tornar opção, sem isso significar conflito com Camilo Santana. O movimento é silencioso, mas gera incômodo no Palácio da Abolição.

Sem pressa

O PRESIDENTE DO SENADO, Eunício Oliveira (PMDB), esteve, na última sexta-feira, no Ceará, e deixou, para os
aliados políticos, o sentimento de cautela para discutir 2018. Eunício não tem pressa, conversa com freqüência
com o presidente Michel T emer e sabe que, na hora certa, construirá palanques seguros para 2018. Se a economia
decolar, a reeleição ao Senado ficará ainda mais fácil.

Nauni ausente

O PREFEITO NAUMI AMORIM saiu de Caucaia com a missão de discutir com o Ministro da Educação, Mendonça Filho, projetos para melhoria da qualidade do ensino municipal. Naumi, porém, não apareceu. Seria a primeira reunião do prefeito com um Ministro do Governo Federal. Ausência é estranha!

Inquietação na Câmara

OS VEREADORES ELEITOS na chapa de Naumi Amorim estão se sentindo órfãos. Reclamam da longa distância com o Chefe do Executivo Municipal e dão sinais de antipatia com medidas propostas pela Prefeitura que dependem do voto dos parlamentares. Hoje, Naumi não conta com o mesmo número de vereadores que fizeram juras de amor às vésperas da posse e nos primeiros 30 dias de mandato.

Mais segurança

O GOVERNADOR CAMILO SANTANA (PT) anunciou, após pedido do deputado federal Danilo Forte (PSB), a implantação de uma equipe do R aio em Caucaia. A medida é adotada para garantir mais segurança aos caucaienses. Agora, nessa área, o prefeito Naumi precisa tirar do papel a promessa de campanha para criar o sistema  de monitoramento por câmeras em ruas e avenidas. Um projeto barato e que contribuirá para melhorar a segurança.